CLIQUE NA IMAGEM PARA OUVIR A RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA AO VIVO

CLIQUE NA IMAGEM PARA OUVIR A RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA AO VIVO
CLIQUE NA IMAGEM PARA OUVIR A RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA AO VIVO

domingo, 23 de abril de 2017

Setor de Combate às Endemias de Catarina notifica moradores por reincidência e por não facilitar os trabalhos dos agentes; medidas judiciais poderão ser adotadas.

Foto - Diomar Araujo / Blog do Diomar Araujo
Enquanto o Poder Público Municipal de Catarina se esforça ao máximo no combate ao mosquito Aedes Aegypti realizando força tarefa, telando caixas d’água, distribuindo tela e gesso em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado, contratação de mais agentes municipais  de endemias, mais profissionais para o hospital municipal Dr. Gentil Domingues,  formação de brigadas de combate ao mosquito com apoio de técnicos do Núcleo de Controle de Vetores – Nuvet além de outras ações efetivas que continuam sendo realizadas diretamente pela Prefeitura de Catarina, Secretaria Municipal de Saúde, Setor de Combate às Endemias, das demais secretarias municipais e de todos os órgão da administração Mais Trabalho, Novas Conquistas, por outro lado  alguns moradores continuam impedindo os trabalhos dos agentes municipais de endemias não abrindo as portas de suas residências para que os agentes possam vistoriar caixas d’água, ralos, recipientes com água, ou seja, o trabalho de rotina dos profissionais não está sendo facilitado por alguns morares da sede do município  de Catarina, foi o que disse durante entrevista à Rádio Portal FM de Catarina e Blog do Diomar Araujo, o coordenador municipal de endemias Dr. Aglayrton Guedes Feitosa.  

Dr. Aglayrton disse ainda que os agentes municipais de endemias estão realizando um novo ciclo de visitas domiciliares por quarteirão e o número de casos de reincidência de focos do mosquito Aedes Aegypti é alarmente e, alguns moradores não estão telando suas caixas d’água mesmo tendo gratuitamente tela gesso doados pela Prefeitura de Catarina e Secretaria de Saúde do Ceará.

O coordenador voltou  falar sobre o que determina o Ministério Público de Catarina em casos de insistência em não deixar os agentes entrarem nas casas e dos casos de reincidência de focos do mosquito Aedes Aegypti e que todos esses casos devem ser urgentemente encaminhados à Promotoria de Justiça da Comarca de Catarina para que a promotora respondendo por esta Comarca, Dra. Raquel Barua da Cunha adote as medidas cabíveis. Aglayton disse ainda que quem já foi notificado pelo setor  municipal de endemias e não eliminar os focos dentro de suas casas no prazo estabelecido e permanecer com a porta da casa fechada impedindo os trabalhos dos agentes, as notificações  serão encaminhadas para o Ministério Público.




Todos os detalhes dessa entrevista com Dr. Aglayrton, nesta segunda-feira (24) as 07h da manhã no programa Portal de Noticias 1ª Edição e ao meio dia no Portal de Noticias 2ª Edição com Diomar Araújo na Rádio Portal FM de Catarina.