RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE

RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE - WHATSAPP E CELULAR - (88) 9-8832-5446

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

DISCURSOS NA AL - Aposta de mais chuvas em 2018

A expectativa por uma boa quadra chuvosa em 2018 motivou discursos, ontem, na Assembleia Legislativa. O deputado Sérgio Aguiar (PDT) foi quem primeiro subiu à tribuna da Casa, para dizer que os profetas da chuva - homens e mulheres do Interior do Estado que fazem previsões climáticas a partir de sinais da natureza - apostam que o ano que vem "será diferente" dos anteriores no Ceará. Ferreira Aragão (PDT), por outro lado, sugeriu a construção de um novo açude, na Região Metropolitana de Fortaleza, para garantir o abastecimento dos municípios que a compõem e da Capital.
Sérgio Aguiar disse que, após seis anos de seca, os profetas da chuva já começam a fazer previsões de que a quadra chuvosa poderá ser boa em 2018. Ele também reforçou que o Governo tem se empenhado na construção do Cinturão das Águas do Ceará, por onde as águas do Rio São Francisco deverão chegar até os reservatórios cearenses. "Tem sido frequente a liberação de recursos do Ministério da Integração, em parceria com o governo cearense, para as obras do Cinturão das Águas, fazendo com isso que não haja nenhuma descontinuidade", destacou.

Açude
O deputado Ferreira Aragão (PDT) foi além e disse que é preciso aproveitar a água da chuva para garantir o abastecimento humano. Ele sugeriu que seja construído um açude, nos "moldes do Castanhão", entre Caucaia e São Gonçalo do Amarante, para abastecer Fortaleza e Região metropolitana. Segundo Aragão, a geografia da região favorece um novo reservatório. "O solo está tão seco que as primeiras chuvas vão ser absorvidas sem aproveitar nada".
Em aparte, a deputada Mirian Sobreira (PDT) informou que o Governo do Estado está estudando o solo dos municípios cearenses, a fim de mapear novos aquíferos. "O governador destinou R$ 10 milhões para estudar o solo do Ceará. É um projeto para se saber onde tem água. É algo necessário, e a busca por água deve ser considerada uma das prioridades desse governo".