RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE

RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE - WHATSAPP E CELULAR - (88) 9-8832-5446

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

EM SENADOR POMPEU - Preso é transferido após PCC ameaçar juiz, promotor e delegado

 Foto: VCrepórter
A facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) ameaçou o juiz, o promotor e o delegado do Município de Senador Pompeu (a cerca de 283 km de distância de Fortaleza), através de uma carta, e conseguiu o seu objetivo: a transferência de um detento. As ameaças e a transferência ocorreram em um intervalo de cerca de 12h, na última segunda-feira (15). De acordo com o comandante da Área Integrada de Segurança (AIS) 20, tenente-coronel José Ednardo Calixto, a carta foi recebida na manhã da segunda-feira. "Dois indivíduos, se passando por membros do PCC e utilizando uma motocicleta, passaram em frente ao Fórum, atiraram para cima e jogaram uma carta digitada, se dizendo da facção e exigindo a transferência de um companheiro que estava preso
na Cadeia Pública de Senador Pompeu", contou.
A reportagem teve acesso à carta. Conforme o escrito, o preso é conhecido como 'Gel'. "Viemos aqui por meio dessa carta informar que nos (sic) do Primeiro Comando da Capital estamos exigindo a transferência de um irmão nosso: Gel que esta cercado pelos vermes do CV", solicitou a facção criminosa.
O 'CV' que a carta se refere é a facção Comando Vermelho, que domina a Cadeia Pública do Município. Segundo o tenente-coronel Calixto, o detento 'Gel' já se encontrava em um xadrez separado dos demais internos, devido à rivalidade entre os dois grupos criminosos.
"Esse recado vai pro juiz, dolegado (sic), promotor, pra fudinho (sic) que desacretirar do Primeiro Comando da Capital, somos o crime organizado, e se as nossas exigências não forem obdesidas (sic). Senador Pompeu vai pegar fogo órgão público vai ser o nosso alvo", completou a facção, na carta.
A dupla do PCC que trafegava na motocicleta repetiu o tiroteio próximo à Cadeia Pública de Senador Pompeu, na tarde da segunda-feira. Alguns dos disparos atingiram uma residência próxima, mas ninguém ficou ferido, ainda de acordo com o comandante da AIS 20. Gel foi transferido na noite da segunda-feira, para outra unidade do Sistema Penitenciário do Ceará (não revelada), segundo o tenente-coronel Calixto.
TJCE reforça segurança do juiz
O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) informou, por nota, que "está dando todo o apoio ao magistrado, inclusive enviou um tenente e equipe para reforçar a segurança do juiz. O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), imediatamente, solicitou as devidas providências junto à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, para que fossem tomadas as medidas necessárias".