RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE

RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE - WHATSAPP E CELULAR - (88) 9-8832-5446

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

André Costa anuncia mudança no comando da inteligência da Polícia Civil



Em meio à crise na segurança pública no Ceará, o Governo do Estado tem realizado algumas mudanças no comando e no efetivode suas forças policiais, numa tentativa de aumentar a efetividade no combate ao crime. Nesta terça-feira (27), o titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS-CE), André Costa, informou que o delegado Renê Andrade, que estava à frente do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIP) desde fevereiro do ano passado, será exonerado do cargo. "O Renê ainda não foi oficialmente exonerado, mas já se despediu dos grupos de inteligência da polícia e compreendeu a situação. Falei pessoalmente com ele hoje, explicando toda a motivação (da mudança). Vamos aproveitá-lo em alguma função importante para nós, pois é um
grande profissional da Polícia Civil", destacou André Costa, durante a solenidade de sanção da Lei que institui a Vara de Delitos de Organizações Criminosas do Ceará, realizada nesta manhã, no Palácio da Abolição. O secretário, contudo, não deu detalhes de quais seriam as motivações para a mudança e afirmou apenas que se tratavam de "questões internas, sempre no intuito de melhorar".
Novo comandante já definido
Ainda nesta terça-feira, André Costa ressaltou que o novo nome para assumir o DIP já foi definido, mas ainda será anunciado pelo Governo do Estado. "Já há um nome indicado, mas ainda estamos fechando os detalhes com o delegado geral (da Polícia Civil, Everardo Lima da Silva) para anunciar", pontuou.
Por fim, o secretário de Segurança do Estado afirmou que alterações também estão sendo feitas no espaço físico da Polícia Civil. Conforme diz, o Departamento de Inteligência vai sair do prédio da Delegacia Geral e passará a fazer parte da sede da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD). 
"Vamos juntar quem está à frente do combate ao tráfico de drogas, no caso a delegada Socorro Portela, com a Inteligência e o Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro", finaliza.