CLIQUE NA IMAGEM PARA OUVIR A RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA AO VIVO

CLIQUE NA IMAGEM PARA OUVIR A RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA AO VIVO
CLIQUE NA IMAGEM PARA OUVIR A RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA AO VIVO

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Chuvas são registradas em 49 municípios do Noroeste

Maiores chuvas
Print - Funceme 
Após registrar chuvas concentradas no litoral do Estado, no sábado e no domingo, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) voltou a apontar precipitações na maioria dos municípios Zona Norte, nas primeiras 24h deste início de semana. Choveu em 49 deles entre as 7h de segunda-feira e as 7h de ontem. O destaque foi Bela Cruz, 67mm, seguido de Amontada, onde o registro foi um pouco menor, 64mm, ambos no Noroeste do Estado, no Litoral.

Em abril, o Ceará registrou 212.8mm, enquanto a média histórica é de 188mm, um desvio positivo de 13.2%. Entre os dez municípios que registraram mais chuvas no mês passado, seis são da região Jaguaribana, incluindo os três primeiros da lista geral, Russas (435.2mm), 136.9% acima da média; Ibicuitinga (393.6mm), 110.4% acima; e Icapuí (461.7mm), desvio positivo de 89.6%. O esperado para maio, último mês da quadra chuvosa, é 90mm. Nos oito primeiros dias, choveu 25,2mm, 72,2% abaixo da média do mês.
Previsão
A previsão da Funceme para esta quarta-feira é de nebulosidade variável, com eventos de chuva no Centro-Norte. Também há possibilidade de chuva no Sul e, para quinta-feira, estão previstas precipitações na faixa litorânea do Estado, tendo como principal fator provocador uma instabilidade associada à Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) localizada próximo da faixa litorânea. Essa banda de nuvens é formada pela confluência dos ventos alísios do Hemisfério Norte com os ventos alísios do Hemisfério Sul.
Reservas
Esse quadro meteorológico não alterou, significativamente, nos últimos dias, o aporte dos 155 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).
Da segunda para a terça-feira, 44 reservatórios públicos receberam água. Houve um aumento de 3.704.658 de metros cúbicos no volume armazenado. Considerando a estimativa do volume evaporado e o volume liberado neste período foram captados 9.990.823 de metros cúbicos.
Nestes aportes destacam-se, respectivamente, o Diamantino II (Marco) e Itaúna (Granja), na Bacia do Coreaú; Araras (Varjota), na Bacia do Acaraú; e Castanhão (Alto Santo), na Bacia do Médio Jaguaribe.
Ainda secos
A maioria, 83 reservatórios, no entanto, continua abaixo dos 30% de carga. Os açudes Carão (Tamboril), Faé (Quixelô), Favelas (Tauá), Monte Belo (Araripe) e Serafim Dias (Mombaça) seguem secos. Já os Monsenhor Tabosa (Quixeramobim), São José II (Piquet Carneiro), Vieirão (Boa Viagem), Sousa (Canindé), Nova Floresta (Jaguaribe) e Potiretama (Município de mesmo nome) estão com menos de 1%