terça-feira, 1 de maio de 2018

Moradores da Vila São Gonçalo organizam protesto contra a Cagece que voltou a abastecer a cidade de Catarina através da adutora da vila.



 A Barragem Rivaldo de Carvalho, em São Gonçalo está no volume morto e acumula atualmente 6,54%, pouco mais de 1,3 milhão de metros cúbicos de água, que vem abastecendo a Vila São Gonçalo através da adutora. Na última semana, o gerente da Unidade de Negócios da Cagece de Catarina, Audizio Holanda, disse para a produção do programa Portal de Notícias 1ª Edição, as 07h, da manhã, na Rádio Portal FM que a adutora da Barragem Rivaldo de Carvalho (Barragem de São Gonçalo), já estava em funcionamento levando água para a cidade de Catarina, informação que foi divulgada no Blog do Diomar Araujo causando revolta aos moradores da Vila São Gonçalo que estão organizando um protesto marcado para esta quarta-feira, dia 2, a partir das 09h30 da manhã, saindo do Bairro Lagoinha em direção da Cagece e em seguida para o Fórum.

Os moradores da Vila São Gonçalo estão tendo o apoio de parte dos moradores da cidade de Catarina. Atualmente algumas ruas da cidade de Catarina estão sendo abastecidas através da adutora emergencial conseguida pelo prefeito Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, junto ao Governo do Estado, Sohidra, Cagece e SRH. Também se encontra em andamento a construção da adutora de montagem rápida do Açude Arneiroz – II à Catarina que tem previsão de ser entregue em julho desse ano. Adutora essa que vai abastecer a cidade de Catarina pelos próximos anos, foi adquirida pelo prefeito de Catarina, Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, pela primeira-dama e secretária municipal, Dra. Taina Cavalcante Paes de Andrade e pelo ex-prefeito de Catarina, Dr. Jefferson Paes de Andrade, junto ao Governo Federal, Ministério da Integração Nacional, com apoio do presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, do deputado federal Moses Rodrigues, do deputado estadual Danniel Oliveira e do governador do Estado do Ceará, Camilo Santana.

A Cagece de Catarina não quis comentar sobre o protesto que vai acontecer na manhã desta quarta-feira, dia 2 de maio.

Reportagem – Diomar Araújo / Blog do Diomar Araujo.