RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE

RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE - WHATSAPP E CELULAR - (88) 9-8832-5446

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Dois grupos prioritários ainda não atingiram meta de vacinação contra gripe no Ceará

 Grupo de crianças e grávidas ainda não atingiram a meta de vacinação no Ceará (Foto: Romero Mendonça/Secom)
Foto: Romero Mendonça/Secom

O Ceará vacinou 94,71% do público-alvo na campanha nacional de vacinação contra a gripe, alcançando a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, de 90% dos grupos prioritários. Em termos percentuais, o Ceará é o estado do Nordeste com maior cobertura e homogeneidade e o terceiro do Brasil. No entanto, em dois grupos prioritários o número segue abaixo do objetivo: crianças entre seis meses e cinco anos e gestantes. Em todo o estado, o índice de vacinação entre as crianças até cinco anos está em 85,95%, o que representa 492.088. Para alcançar a meta de 90%, o Ceará precisa vacinar 572.271, de acordo com Ana Vilma Leite Braga, coordenadora de imunização da Secretaria de Saúde do Estado.


No grupo das gestantes foram vacinadas 81.875, o que representa 86,56% do total. Para alcançar a meta, o estado precisa vacinar 94.584 mulheres nesta situação. “Nós até achamos que neste grupo, muitas gestantes que contam como não vacinadas já tiveram seus bebês e estão no grupo das puérperas, que está com 107,29% de índice de vacinação”, ressalta Ana Vilma.
A campanha de vacinação em todo o Brasil ocorre até esta sexta-feira (22).

Em todo o estado, para alcançar a meta mínima estabelecida pelo Ministério da Saúde para os grupos prioritários, deverão se vacinar 1.903.955 pessoas dos grupos prioritários, sendo:
572.271 crianças
159.438 trabalhadores da saúde
94.584 gestantes
15.550 puérperas
25.977 indígenas
924.727 idosos
111.408 professores
Entre os grupos que superaram a meta estão os professores (120,13%), os trabalhadores de saúde (110,42%), puérperas (107,29%), indígenas (97,39%), e idosos (95,4%). A campanha de vacinação contra a gripe foi prorrogada por conta da greve dos caminhoneiros e segue até o dia 25 de junho em todo o país.
Dos 184 municípios do Ceará, 161 alcançaram a cobertura total de vacinação, ou seja, somando todos as pessoas dos grupos prioritários – sem distinção – tiveram índice de 95% ou mais. Em outros 97 a cobertura foi homogênea, o que significa que atingiram a meta em todos e em cada um dos grupos prioritários.

A capital, Fortaleza, vacinou 89,16% da população prioritária mas, entre as crianças e as gestantes o índice ainda está muito abaixo da meta, com 70,84% e 73,77%, respectivamente.

O Ministério da Saúde reforça a importância de os estados e municípios continuarem a vacinar os grupos prioritários, em especial, crianças, gestantes, idosos e pessoas com comorbidades, público com maior risco de complicações para a doença.
A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário