Gerente da Cagece em Catarina, Audizio Holanda, pede demissão e esclarece os motivos durante entrevista à Rádio Portal FM.

Foto - Vanessa Teixeira / Blog do Diomar Araujo

Após 1 ano e 3 meses à frente da gerência da Cagece em Catarina, Audizio Holanda pediu demissão e esclareceu os motivos durante entrevista ao vivo na manhã desta segunda-feira (11), no programa Portal de Notícias 1ª Edição, na Rádio Portal FM de Catarina, das 07h às 08h30, com Diomar Araújo e Vanessa Teixeira.

Perguntando se a sua saída da Cagece teria algo haver com o retorno do conselheiro em disponibilidade do Tribunal de Contas do Estado – TCE, Domingos Filho, ao grupo político do governador Camilo Santana, Audizio disse que não. Audizio disse que foi indicado pelo deputado estadual Audic Mota, para assumir a gerência da Cagece em Catarina, e que pediu demissão pelo simples fato de estar cansando e que, iria retomar com as suas atividades como comerciante no ramo de casa de peças e oficina de motos em Catarina, atividade que já exercia antes mesmo de se tornar funcionário da Cagece.  

A pergunta feita pelo repórter Diomar Araújo, se deu em virtude dos últimos acontecimentos em que é público e notório as diferenças políticas entre o ex-deputado estadual Domingos Filho e o deputado estadual Audic Mota, onde ambos têm seus grupos políticos em Catarina, e agora fazem parte do mesmo bloco de apoio ao governo do estado, Camilo Santana.

O atendimento no escritório da Cagece em Catarina será realizado por um funcionário da Cagece de Acopiara até que seja nomeado um novo gerente para a unidade local.






Nenhum comentário:

Postar um comentário