RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE

RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE - WHATSAPP E CELULAR - (88) 9-8832-5446

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Maioria das convenções para o Governo já tem data

Resultado de imagem para ELEIÇÕES 2018
Foto - TSE
A apenas dois dias do início do período previsto para a realização das convenções partidárias, três dos cinco partidos que têm pré-candidatos ao Governo do Estado já definiram as datas em que serão oficializadas as chapas para o pleito deste ano. Ainda que o calendário eleitoral permita que as legendas façam as convenções a partir desta sexta-feira (20), é apenas mais próximo do prazo final para a realização dos eventos, 5 de agosto, que quase todas as convenções acontecerão, porque algumas siglas ainda têm indefinições internas sobre a ocupação das vagas nas próprias chapas e a composição de coligações, principalmente para a disputa proporcional.

Pré-candidato à reeleição, o governador Camilo Santana disse ontem, em entrevista antes da reunião de Monitoramento das Ações e Projetos Prioritários (MAPP), que a convenção que oficializará sua candidatura será realizada em 5 de agosto. O PT estadual, por meio da assessoria de imprensa, informou que a data ainda não foi anunciada porque deve ser oficializada em reunião da executiva estadual da sigla que ocorrerá antes do Encontro de Tática Eleitoral do partido, marcado para o próximo dia 28. A assessoria ressaltou, porém, que é de praxe que o PT realize a convenção no último dia do prazo.
O PSDB, por sua vez, oficializará a candidatura do general Guilherme Theophilo ao Governo do Estado no próximo dia 29, mas, das outras candidaturas na chapa majoritária, a única que está definida, até o momento, é a do empresário Luís Eduardo Girão ao Senado, pelo PROS. Os dois partidos, aliás, farão convenção conjunta, em local ainda a ser definido.
A convenção do PSOL está marcada para o dia 28 de julho. Segundo o presidente da sigla no Ceará e pré-candidato a governador, Ailton Lopes, o local será definido em reunião nesta quinta-feira (19), quando também serão discutidos o uso do fundo eleitoral pelo partido e mudanças na chapa majoritária. Ailton informou que a professora Anna Karina, pré-candidata a vice-governadora, pode disputar o Senado para dar lugar a Raquel Lima, do PCB, como postulante a vice na chapa. As duas siglas farão coligação, mas terão convenções separadas.
Chapas puras
De acordo com o presidente estadual do PSL, Heitor Freire, a convenção que oficializará Hélio Góis como candidato a governador ocorrerá no dia 29, na Assembleia Legislativa. A candidata a vice é a professora e advogada Ninon Tauchmann. Segundo ele, o partido também lançará dois nomes ao Senado, sendo um deles o médico Márcio Pinheiro. Freire informou, ainda, que o PSL tem "conversas avançadas" com o Democracia Cristã (DM), do deputado Ely Aguiar, para a formação de coligação proporcional.
O PSTU, por sua vez, já lançou Francisco Gonzaga como pré-candidato ao Governo do Estado, mas, de acordo com a assessoria do partido, ainda não foi definida a data da convenção que oficializará a chapa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário