RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE

RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE - WHATSAPP E CELULAR - (88) 9-8832-5446

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

AVAGEM DE DINHEIRO; Empresários são detidos nos municípios das regiões do Cariri e Centro-Sul.

Image-0-Artigo-2446676-1
Foto - Diário do Nordeste 
Quatro empresários foram presos, ontem, durante a deflagração da Operação Etros, pela Polícia Civil do Ceará (PCCE). Eles são suspeitos de integrar uma organização criminosa que estaria realizando lavagem de dinheiro, proveniente de jogos de azar em modalidade virtual, em um site que realiza apostas esportivas. Ao todo, foram cumpridos 48 mandados judiciais em seis municípios das regiões do Cariri e Centro-Sul. Os policiais cumpriram 22 mandados de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva, dois de medidas cautelares e 20 de sequestro de bens, em Juazeiro do Norte, Crato, Farias Brito, Várzea Alegre, Jucás e Iguatu. A ação aconteceu na residência dos investigados e em uma locadora de veículos.
Foram recolhidos mais de 45 veículos, aproximadamente R$ 100 mil e relógios de luxo. Todo material foi levado para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Crato.
A Justiça também autorizou o sequestro de veículos, imóveis e valores em contas bancárias que superaram a marca de R$ 30 milhões, que não guardam nenhuma compatibilidade com a movimentação financeira dos investigados, segundo a Polícia.
Estratégia
O delegado Luiz Eduardo da Costa Santos afirmou que o objetivo da investigação é apurar o surgimento de uma organização criminosa sediada em Farias Brito, no Cariri, que se valia de contas de pessoas físicas e jurídicas constituídas em nomes de 'laranjas' ou de empresas de fachada, para fazer circular recursos que partia dos jogos ilegais.
Uma das empresas utilizadas para a lavagem de dinheiro era a locadora de veículos, onde foram apreendidos 35 automóveis. O empreendimento pertence a um dos alvos da operação.
"O patrimônio deles subiu consideravelmente. Só um deles teve movimentação de mais R$ 17 milhões em apenas um ano. Para ter uma ideia, outro, há dois anos, era um simples moto-táxi. Hoje, ele possui um apartamento que custa mais de R$ 1 milhão", contou o delegado.
A investigação foi iniciada em abril de 2017, após a prisão de um suspeito com vários tabletes e notebooks ligados a sites de apostas esportivas. Nessa primeira fase, descobriu-se que a organização criminosa tem ramificação em 12 estados do País e em mais de 100 municípios.
A operação contou com a participação de 112 policiais civis, sendo 15 delegados, com o apoio do Laboratório de Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil e coordenação do Departamento de Polícia do Interior. 'Etros' é uma alusão ao deus do destino, sorte e azar, de um jogo de RPG. (Colaborou Antonio Rodrigues)

Nenhum comentário:

Postar um comentário