RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE

RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE - WHATSAPP E CELULAR - (88) 9-8832-5446

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Polícia tem indícios de atuação de 7 presos em ataques na Grande Fortaleza

Nove ônibus foram destruídos em ataques incendiários em dois dias em Fortaleza (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)
(Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)

O secretário da Segurança do Ceará, André Costa, afirmou nesta terça-feira (31) que as forças de segurança do estado têm indícios de que sete pessoas presas têm participação direta nos ataques. Um oitavo homem, que foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, é investigado por suposta participação nos crimes e está preso. Outras pessoas foram detidas por suspeita de envolvimento, mas foram liberadas por falta de provas. Elas seguem sendo investigadas.


Um dos suspeitos foi flagrado com dois galões de combustível e confessou o crime, afirmou o secretário. As prisões mais recentes foram dos suspeitos de atacar um ônibus e uma sede da Sefaz em Caucaia. "Ao tentarem fugir, eles se depararam com a equipe da Polícia Militar, tentaram se evadir, um primeiro foi preso, pela própria composição da Polícia Militar. Outros três posteriormente subiram uma região de serra. Com apoio da aeronave da Ciopaer [Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas], eles foram localizados, também presos", afirmou André Costa.

Fortaleza sofre uma onda de ataques que resultou no incêndio total ou parcial de 16 ônibus da frota do transporte público, além de tiros e materiais explosivos arremessados contra 16 prédios públicos e privados.

De acordo com André Costa, a onda de ataques é uma represália de uma facção criminosa pela morte de três bandidos, que trocaram tiros com policiais em Amontada, no interior do Ceará, na quinta-feira (26), um dia antes da sequência de crimes. Conforme o secretário, os criminosos mortos faziam parte do "alto escalão" da organização criminosa.
Ainda conforme o secretário André Costa, os crimes são uma reação da "bandidagem" ao avanço do estado contra facções criminosas. "O que é que os criminosos precisam? Armas, carros roubados. A cada mês diminuem os números de carros roubados, a polícia tem recuperados esses veículos roubados, com placas clonadas. Aumentou a apreensão de armas", afirmou o delegado André Costa. "Está cada vez mais difícil pro bandido", concluiu.

Sequência de ataques

Sexta-feira (27):
Bairro Passaré, incêndio no pátio do Detran
Bairro João XIII, tiros disparados na fachada do 27º distrito policial
Bairro São Gerardo, fachada do prédio do Detran atngida por tiros
Bairro Jacarecanga, tiros na porta da agência dos Correios
Bairro Vila União, tiros contra a sede da Secretaria de Segurança Cidadã
Bairro Serrinha, sede da Regional IV atacada
Caucaia, autarquia de trânsito da cidade atingida por tiros
Bairro Carlito Pamplona, bomba encontrada em agência bancária
Quatro ônibus incendiados no Bairro Sapiranga, em Fortaleza
Ônibus incendiado na cidade de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza
Ônibus incendiado no Bairro Parque Dois Irmãos, em Fortaleza
Ônibus incendiado no Bairro Parque São José, em Fortaleza
Ônibus incendiado no Bairro Bela Vista, em Fortaleza
Ônibus incendiado no Bairro Álvaro Weyne, em Fortaleza
Ônibus incendiado no Bairro Jacarecanga, em Fortaleza
Sábado (28)
Bairro Moura Brasil, ataque à sede da Perícia Forense
Bairro Sapiranga, incêndio em agência bancária na Avenida Washington Soares
Cidade de Chorozinho, tiros contra a delegacia da cidade
Ônibus incendiado no Bairro Passaré, em Fortaleza
Ônibus incendiado no Bairro Cristo Redentor
Ônibus incendiado na Avenida Leste Oeste, no Bairro Pirambu
Domingo (29):
Cidade Caucaia, ataque à Secretaria da Fazenda em Caucaia
Ônibus incendiado e atingido com tiros na cidade de Caucaia
Ônibus incendiado no Bairro Bonsucesso, em Fortaleza
Segunda-feira (30):
Bairro Aerolândia, Fortaleza, ônibus incendiado com coquetel molotv
Cidade de Maracanaú, crimonosos deixaram uma granada no 28º Distrito Policial
Micro-ônibus incendiado na Rua Pernambuco, no Bairro Pici
Terça-feira (31):
Tiros atingiram a fachada da Delegacia do Bairro Curió, em Fortaleza
Seis carros foram incendiados no pátio da Delegacia de Maracanaú






Nenhum comentário:

Postar um comentário