RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE

RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE - WHATSAPP E CELULAR - (88) 9-8832-5446

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Membros do PCC são descobertos em Senador Pompeu

Image-0-Artigo-2458542-1
Foto - Diário Sertão Central 
Quatro pessoas foram presas, na tarde de ontem, durante uma operação da Polícia Civil de Senador Pompeu e do Departamento de Polícia do Interior Sul (DPI), no Sertão Central. Segundo a Polícia, a quadrilha faz parte da facção Primeiro Comando da Capital (PCC). Com os suspeitos, foram apreendidas uma submetralhadora, uma espingarda calibre 12 artesanal e munições de calibres variados. O bando foi conduzido para a Delegacia de Senador Pompeu, para prestar os devidos esclarecimentos. Além de to material bélico retido, os supostos membros da facção criminosa
também tinham anotações, que sugerem negociações de entorpecentes; e uma grande quantidade de dinheiro em espécie, ainda não divulgada pela Polícia.
As investigações sobre o que os a quadrilha estava fazendo no Interior do Estado e que tipo de ação planejava, ainda estão em andamento.
Região Metropolitana
Em outra parte do Estado, a ação das facções surpreendeu moradores do bairro Tabatinga, em Maranguape, ontem. Um tiroteio travado entre facções rivais, em um campo de futebol, deixou os moradores dos arredores apreensivos.
Segundo a Polícia, quatro homens encapuzados da facção Guardiões do Estado (GDE) chegou ao local de carro, por volta das 16h30, e começou a disparar contra membros do Comando Vermelho (CV), que jogavam uma partida de futebol.
Os homens do GDE estavam fortemente armados. A ação criminosa foi registrada em vídeo. Antes de atirar, o quarteto se identificou como policiais. Um dos rivais do CV, conhecido como 'Chinês', foi atingido nas nádegas. Nas imagens, no banco de trás do carro, um dos integrantes mostra a movimentação.
"Para, para, para não corre... Não corre ninguém...", diz um dos criminosos. "Vai morrer, não corre, vamos, vamos pegar", gritavam para os rivais. No vídeo, um dos criminosos aparece carregando uma metralhadora.
A Polícia investiga se o tiroteio foi um revide e um duplo homicídio ocorrido recentemente. As imagens vão ser usadas na investigação policial do caso. O carro usado na ação foi localizado pela Polícia, em uma estrada carroçável. A procedência do veículo está sendo investigada.
Informações não confirmadas indicam que o carro teria sido roubado, no mesmo dia d tiroteio, na Avenida Barão de Studart, na Aldeota, em Fortaleza. Ninguém foi preso ainda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário