quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Quadrilha armada com fuzis tenta roubar avião em Salgueiro/PE; PM cearense é acionada

Foto: VC Repórter 
Uma quadrilha fortemente armada foi surpreendida por policiais ao tentar roubar um avião que transportava valores no aeroporto de Salgueiro, em Pernambuco, na manhã desta quarta-feira (26). Houve troca de tiros e cinco suspeitos foram mortos. Outros integrantes fugiram. A Polícia Militar do Ceará foi acionada para proteger a divisa, mas não há confirmação de que os criminosos tenham vindo para o Estado. Quatro integrantes do grupo foram presos na ação. Após o confronto, foram apreendidos seis fuzis AK 47 e uma metralhadora ponto 50, capaz de derrubar aeronaves.

A operação que resultou no flagrante foi coordenada pela Policia Federal da cidade de Juazeiro da Bahia com policiais militares de Pernambuco e é resultado de 3 anos de investigação. 
A PF informou que o avão pertence a uma empresa de segurança e chegava à cidade para abastecer uma agência bancária. 
O grupo invadiu a pista no momento da aterrissagem, renderams os vigilantes dos carros-fortes e dispararam contra o avião, ferindo o piloto. 
A Polícia Federal então abordou a quadrilha e houve troca de tiros. Cinco integrantes do grupo foram mortos e um ficou ferido e foi socorrido ao hospital local. 
Um segundo veículo dava cobertura à quadrilha. Não se sabe quantas pessoas estavam nele, mas todos conseguiram fugir. Nenhum valor foi levado.
O piloto da aeronave foi socorrido e se encontra estável, de acordo com nota enviada pela PF. 
De acordo com a PM de Pernambuco, a quadrilha é uma das mais organizadas da região e foi responsável pela execução de 2 policias militares, além de assaltos a agencias bancárias e a pelo menos cinco carros-fortes em Pernambuco e na Bahia.
Policiamento na divisa entre Ceará e Pernambuco foi reforçada
O policiamento na divisa do Estado, realizado pelo Batalhão de Divisas da Polícia Militar, foi reforçado com equipes do Comando Tático Rural (Cotar), da Força Tática (FT) da PM. A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) também está apoiando as ações na região, segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).
Contudo, não há confirmação de que os envolvidos na tentativa de assalto ao avião tenham fugido para o Ceará, de acordo com o órgão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário