quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Prefeito de Iguatu faz discurso exaltado contra lideranças políticas locais em posse da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores

Foto - Honório Barbosa 
O prefeito Ednaldo Lavor roubou a cena na sessão solene de posse da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Iguatu no fim da tarde desta terça-feira, dia 1º. O gestor foi o último a falar e discursou de forma exaltada, apresentando um resumo de sua trajetória política, além de críticas contundentes aos dois grupos políticos tradicionais, sob a liderança dos ex-prefeitos, Agenor Neto e Marcelo Sobreira.


Inicialmente, o gestor lamentou a ausência de vereadores da oposição e fez um relato de sua trajetória política. “Busquei participar de grupos que lideram a política local, mas vi que só têm interesse próprio e sempre dizem que só fui eleito porque me apoiaram”, observou. Mas não queriam fazer de mim besta, sou humilde, simples, mas não sou otário. Eles são lobo em pelo de cordeiro”.

Ednaldo Lavor falou várias vezes que Iguatu não aceita mais lideranças que só pensam em interesses próprios e mostrou-se magoado com as críticas que vem sofrendo por meio de emissoras de rádio locais. “A sociedade dá oportunidade para um novo grupo político que está surgindo, sem os caciques tradicionais”, disse. “As rádios diziam que eu era o homem mais bonito do mundo, estava certo, era bom, mas agora denigre a nossa imagem. Vamos fazer uma administração com discernimento, responsabilidade, buscando emprego e desenvolvimento”.

Já para o fim do discurso, Ednaldo Lavor aos gritos afirmou: “Enfrentaram o matuto do Alencar, unidos ou não tiveram que nos engolir”, frisou. “Vou para a reeleição de coração puro, tenho gratidão pelo povo, vereadores, e vamos seguir no caminho da prosperidade, do amor, do bem querer. 
Finalizando, desafiou os grupos políticos adversários: “Deixo um recado: vão ter que nos engolir. Podem vir quente que estamos fervendo”. 

Posse 
A vereadora Eliane Braz, esposa do prefeito Ednaldo Lavor, assumiu a presidência da Câmara, prometendo uma gestão democrática e aberta à participação popular, além do apoio à administração municipal. “Espero sugestões, críticas, estaremos abertos ao povo e vamos fazer uma gestão democrática”.

O vereador Rubenildo Cadeira foi empossado como vice-presidente da Câmara e o Eudisvan da Silva assumiu a secretaria da nova Mesa Diretora da Câmara de Iguatu. 
Os vereadores reclamaram contra os ataques que sofrem diariamente em emissoras de rádio sob acusação de serem venais e criticaram a imprensa. “Tratam como se todos nós fôssemos vendidos”, disse Rubenildo Cadeira.
O secretário de Infraestrutura e superintendente do SAAE, Tácido Cavalcante, fez um discurso também inflamado, defendendo um Iguatu livre, uma atuação do prefeito junto ao povo e realizando projetos de trabalho. A solenidade de posse teve a bênção do padre João Batista.



Nenhum comentário:

Postar um comentário