RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE

RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE - WHATSAPP E CELULAR - (88) 9-8832-5446

sábado, 29 de julho de 2017

Empresário é capturado no RJ por fraude em Itarema

Resultado de imagem para transporte escolar de itarema
Foto - A noticia do Ceará
Um dos líderes do esquema criminoso envolvendo serviços de transporte escolar no município de Itarema, a aproximadamente 250Km de Fortaleza, foi preso na última sexta-feira (28), no Rio de Janeiro. O empresário Sócrates de Mesquita Abreu é acusado de participar de fraudes a licitações públicas, investigadas na Operação Carroça, entre 2013 e 2015, no Município do Interior do Ceará. Contra o empresário, havia um mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça cearense. Sócrates foi capturado em uma atuação conjunta dos ministérios públicos do Ceará (MPCE) e do Rio de Janeiro (MPRJ).


De acordo com o MPCE, o acusado já vinha sendo monitorado por propiciar a prestação de serviços de transporte escolar de forma totalmente deficitária em Itarema. O Órgão ressalta que o esquema subcontratou 100% do objeto licitatório contratado, ou seja, o serviço disponibilizado era feito com veículos deteriorados, que colocavam as vidas dos alunos em risco.
O Ministério Público do Ceará aponta que Sócrates Abreu comandava o núcleo empresarial investigado na operação e era proprietário das empresas S J Locação e Prestação de Serviços Ltda. E Líder Prestação de Serviços Eireli. O empresário foi encaminhado para a Penitenciária de Bangu, no Rio de Janeiro, e, posteriormente, deve ser transferido para o Ceará.
Envolvidos
Também foram presos, por participação no esquema fraudulento em Itarema, Pedro Felipe Monteiro e Pedro Max Monteiro. Ambos são filhos de Benedito Monteiro dos Santos Filho, ex-prefeito do Município, e são suspeitos de estarem no comando da quadrilha. Max é ex-secretário Municipal de Administração e Finanças.
A Justiça também decretou a prisão preventiva do advogado Carlos Eduardo Melo da Escóssia, sogro de Sócrates. O MPCE ressalta que Escóssia não é considerado como foragido, já que ainda não foi notificado.