RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE

RÁDIO PORTAL FM DE CATARINA ONLINE - WHATSAPP E CELULAR - (88) 9-8832-5446

domingo, 17 de dezembro de 2017

Suspeito de matar PM em Milhã foge dois dias depois de ser preso

Image-0-Artigo-2338200-1
Foto - Diário Sertão Central 
Apontado como líder da quadrilha que resgatou três detentos da Cadeia Pública de Milhã e matou um sargento da Polícia Militar do Ceará, na última terça-feira (12), Carlos Odeon Bandeira, conhecido como 'Jow', de 34 anos de idade, fugiu do Complexo de Delegacias Especializadas (Code), da Polícia Civil, localizado no Bairro de Fátima, na Capital, na noite da última quinta-feira (14), dois dias após os crimes no Interior. Além de 'Jow', fugiram outros nove detentos. Conforme o delegado geral, Everardo Lima, os suspeitos conseguiram escapar do Complexo serrando as grades das celas. "Por volta das 23h30, eles serraram o local da ventilação e fugiram. Não teve nenhum policial ferido e não teve apoio externo", disse Lima.
A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não informou as identificações dos demais envolvidos na fuga. Até o início da noite dessa sexta-feira (15), nenhum dos 10 havia sido recapturado e a Polícia permanecia em diligências à procura do grupo.

O delegado geral da Polícia Civil do Estado do Ceará afirmou que, após a fuga da última quinta-feira, foi iniciada uma força-tarefa com a participação de três delegados, no intuito de detectar se houve ajuda de algum policial para o sucesso do plano criminoso. Isso, porque, segundo Lima, os presos só conseguiram escapar porque tiveram acessos a armas brancas.
"Estamos trabalhando com a Delegacia superlotada de presos. Queremos saber se houve facilitações lá dentro e detectar as vulnerabilidades do Code", acrescentou o policial civil.
Em nota, a SSPDS informou que Equipes da Divisão de Serviços Gerais (Diseg) da Polícia Civil foram acionadas para realizar os reparos no Complexo. A Pasta também esclareceu que a Polícia Civil está em contato com a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) solicitando a disponibilidade de novas vagas para o deslocamento dos detentos do Code até unidades do Sistema Penitenciário no Estado, já nos próximos dias.
Facção
O comandante de Policiamento do Interior Sul (CPI-Sul), tenente-coronel Gilvandro Oliveira, afirmou que Carlos Odeon é líder de uma facção criminosa no Sertão Central do Ceará e responsável por comandar o tráfico de drogas na região.