Força-tarefa federal se reúne com forças da segurança do Ceará

Foto: Fabio Lima/O POVO
A força-tarefa enviada ao Ceará pelo Ministério da Justiça passa esta segunda-feira, 19, em reuniões com representantes da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Os encontros envolvem representantes da Força Nacional, da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).O titular da SSPDS, delegado André Costa, ressaltou que não haverá substituição, mas parceria entre as forças federais e as equipes estaduais."Estamos traçando todo o escopo, os protocolos integrados de ação, protocolos táticos, operacionais e de Polícia investigativa. A força-tarefa não vem aqui substituir, mas acrescentar, principalmente, facilitando o fluxo de informações de outros estados para o Ceará

e também do Ceará para outros estados, já que a ação de grupos criminosos. Por isso, é importante a participação do governo federal nesse processo, para que a atuação seja de forma integrada e sem que haja problemas de atribuições entre os órgãos, sem invasão de competências", disse André Costa. O secretário adjunto da Secretaria Nacional de Segurança Pública do MJSP, Alexandre Mota, destacou que a iniciativa de trazer a força-tarefa para o Ceará decorre de solicitação do governador Camilo Santana (PT), que pediu apoio na área técnica de inteligência e investigação. "Esse assunto já vinha sendo tratado desde janeiro. Aqui, nós estamos tratando dos pontos na parte de inteligência de Polícia Judiciária e investigação", explicou Alexandre Mota