quinta-feira, 28 de junho de 2018

Três pessoas são presas por furto de energia em cidade do interior do Ceará

Três pessoas foram presas por furto de energia, em caso conhecido como 'gato' (Foto: Reprodução/TV Tribuna)
Foto: Reprodução/TV Tribuna

Três mulheres foram presas em flagrante por furto de energia elétrica nesta terça-feira (26) em Solonópole, no Sertão do Ceará, durante operação da Enel em parceria com Polícia Civil. Equipes da distribuidora de energia identificaram irregularidades na medição de duas casas e de um hotel da cidade. As três pessoas suspeitas de furto de energia foram conduzidas a delegacia. A companhia registrou, só este ano, 23 prisões por furto de energia. Em todo o ano de 2017, 58 prisões foram efetuadas no Ceará, em operações especiais realizadas com a Polícia Militar e Civil. Os bairros com maior quantidade de

incidências na capital cearense são Barra do Ceará, Álvaro Weyne, Carlito Pamplona, Monte Castelo e Parque Iracema.
Além de ser crime - com pena prevista de um a oito anos de reclusão - o furto de energia afeta a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põe em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia.
Denúncias
Para denunciar casos de furto de energia o cliente pode ligar gratuitamente, de qualquer município cearense, para a Central de Relacionamento da Enel, pelo telefone 0800 285 0196. A ligação é gratuita e a central de atendimento telefônico funciona 24h por dia.




Nenhum comentário:

Postar um comentário