domingo, 22 de julho de 2018

Ceará espera nova rodada favorável

Image-0-Artigo-2429382-1
FOTO: JL ROSA
Pela 1ª vez na Série A 2018 o Ceará pôde comemorar uma rodada favorável, ao bater o Sport por 1 a 0 no Presidente Vargas na última quarta-feira, jogo válido pela 13ª rodada. Pela primeira vez, o Vovô somou mais pontos que seus adversários diretos na luta contra o rebaixamento: Chapecoense, América/MG, Bahia, Atlético/PR e Paraná. Na rodada, apenas o Vovô somou 3 pontos, como todos seus adversários diretos tropeçando. Chapecoense e Bahia empataram em 1 a 1, o América/MG perdeu para o Cruzeiro por 3 a 1, o Atlético/PR empatou em 1 a 1 com o Internacional e o Paraná perdeu para o Vitória por 1 a 0.

Com os resultados, o Ceará reduziu a distância para todos seus rivais. O Alvinegro agora tem 8 pontos, contra 10 do Atlético/PR e Paraná, 13 do Bahia, 14 do América/MG (o 16º, primeiro time fora do Z-4) e 15 da Chapecoense, estando portanto, seis pontos de deixar a zona de rebaixamento.
E como os alvinegro projetam, reduzir ao máximo a distância para o Z4 ao fim do 1º turno (faltam 6 rodadas) e sair da zona de rebaixamento no returno, o clube tirando um ponto por rodada chegará ao objetivo.
"O objetivo agora é reduzir ao máximo a diferença para a saída do Z-4 no 1º turno para entrar no 2º turno para brigar e sair na zona", disse o técnico Lisca.
Projeção
Assim, o Alvinegro espera mais uma rodada favorável, ao enfrentar o Internacional no Beira-Rio, em Porto Alegre, às 20 horas na segunda-feira, jogo que fecha a 14ª rodada. No cenário de tirar um ponto por rodada, o Ceará pode empatar com o Inter, e torcer para a seguinte combinação: derrotas do América/MG (contra o Paraná fora), Atlético/PR (diante do Cruzeiro fora), Chapecoense (contra o Santos em casa) e Bahia (que joga o clássico com o Vitória). Se a combinação acontecer, o Ceará chegaria aos 9 pontos, 5 de deixar o Z4.
Na projeção ainda mais positiva, em caso de vitória sobre o Colorado, repetindo os resultados paralelos, a diferença para sair do Z4 cairia para 3 pontos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário