sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Eunício defende que reajuste do Judiciário respeite teto de gastos

Foto - Marcos Brandão - Senado Federal 


O presidente do Senado, Eunicio Oliveira, não se comprometeu em votar no esforço concentrado o reajuste salarial do Poder Judiciário. Ele alertou para o teto de gastos. A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) considerou inapropriado o aumento de 16,38% citando os 13 milhões de desempregados. Já a senadora Ana Amélia (PP-RS) alertou para o efeito cascata, já que o salário dos ministros do STF é referência para os vencimentos do funcionalismo. Se aprovado, o reajuste provocará um impacto de R$ 4 bilhões no ano que vem.








Nenhum comentário:

Postar um comentário